segunda-feira, 30 de março de 2009

Talvez seja só um texto

Regurgitar = vomitar (dicionário)
REgurgitar = vomitar todo o que está dentro de você, idéias, sentimentos, lembranças e acontecimentos. Avaliar o que é bom, organizar e engolir o que faz bem. (um sábio)

Um sábio me disse nesse final de semana:
“Acho que deveria fazer mais as coisas que você tem vontade”
Sem pensar, de imediato disse que já faço. Não sou uma menina de intenções ambiciosas, em casa (Graças a Deus) tenho liberdade e confiança o suficiente para fazer aquilo que quero, não tento ser quem eu não sou (não mais =/).

Mas, fatos essa semana me fizeram pensar que eu realmente não digo o quero e sempre tomo algumas decisões em torno de algum tipo de bloqueio, quase sempre imposto por um amigo e quase sempre acatado.

(Estava com saudades de comer esfirras)

Percebi que estou cansada de ser o porto seguro que não recebe nada em troca, nem mesmo um obrigado. Cansei de ouvi todo mundo e sempre ser a ultima a falar, quando ninguém mais se interessa pelos meus anseios e aflições.

Cansei! Chega! Agora, aviso logo, que vai ser pau-pau, pedra-pedra. Minha amizade está aqui, mas não é de graça mais. Barganhem, se acharem que vale a pena.

Quem passou o final de semana comigo, sabe o que estou falando. Quem não fez parte desse seleto grupo (quem sabe da próxima vez^^) digo apenas que reavaliem o quanto são proveitosas e recíprocas suas relações de amizade.

Como disse a um outro sábio, demonstrar demais os sentimentos pode ser ruim, a pessoas que provam todos os dias que não merecem tais sentimentos.

Escrevi esse texto pensando nessa amizade de anos:

Quando (se) perceber que já não me tem mais ao seu lado, não ponha a culpa em terceiros, como sempre faz para não assumir os seus erros.

Há algum tempo sentiria em dizer isso, mas já não sinto mais. A culpa foi sua!

Pense (se lembrar) nas pequenas frustrações e aborrecimentos que passei. Pense em todas as vezes que te perdoei.

Talvez, tenha sido esse o problema, te amei mais do que podia, mais do que você merecia, um amor incondicional. Te perdoei demais, você se acostumou e meu perdoão acabou perdendo o seu devido valor.

Desculpe, disse te amei? Não, ainda não, é passado (espero). Sempre estive preparada para receber suas desculpas, mas nunca houve o oferecimento dela. Mas ainda espero.

Só não demore muito para perceber que eu não estou mais por ai. Posso entender que a minha presença é dispensável.

Mas talvez eu não espere por muito tempo.

4 comentários:

Mil.Ó disse...

Bom, eu passei um pedaço da sexta.
Posso me incluir entre os VIPs?
hihi

Ricardo Aiolfi disse...

nao deixe as pessoas se aproveitarem de sua amizade e te largarem de lado!


vc traz conforto às pessoas, mas elas devem te ouvir também!
amizade se faz de forma recíproca ^^

exija seu respeito ^^

Tнiiαgo Zαmρα disse...

É o que eu sempre digo pra você isso tudo que você escreveu (:

E lembre daquilo que vc me disse e me sinto digno de repetir suas palavras: "Fazer nada com vc ew sempre muito mais q bom.... tah pertinho de vc ew otimoooooo ..."

TE AMO NEGUINHA *---*

Tнiiαgo Zαmρα disse...

PS.: Também estava com saudade de comer esfirra. E lá na Esfirreria encontrei amigos, colegas e conhecidos que a tempos não os via (:

TE AMUUUUUUUUUUUUUUUU (LLLLLLL'